Ex-presidente da Acipa Fabiano do Vale
- Publicidade -

Uma decisão judicial bloqueou as contas da Associação Comercial e Industrial de Palmas (Acipa) após calote à uma agência de publicidade da capital, deixada pela gestão do então presidente Fabiano do Vale (Fabiano Parafusos).

Na petição a agência argumenta que prestou serviços para a realização da Fenepalmas no ano de 2015, mas que não recebeu os valores acordados em contrato.

O portal Tocantins Agora, teve acesso com exclusividade à petição de 230 páginas e que exemplifica todo o imbróglio envolvendo o ex-presidente da Acipa e que hoje preside a Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado de Tocantins (Faciet).

VEJA A PETIÇÃO DA AGÊNCIA

No ano seguinte da celebração do contrato, o então presidente se afastou de suas atividades por motivos pessoais pelo período de um ano, em 2016 Fabiano era tido como um dos principais nomes para disputar a prefeitura de Palmas, tendo inclusive sido aprovado em convenção do antigo PRB e atual Republicano, Vale desistiu da disputa logo depois das convenções, neste ínterim, assumiu em seu lugar Karielo Sousa Coelho, que foi secretário do município de Palmas na gestão do ex-prefeito Carlos Amastha.

Para representa-lo no processo, Karielo nomeou a advogada Marcella Gonçalves do Vale, que também era secretária executiva da entidade naquele ano. Marcella é prima de Fabiano do Vale e hoje ocupa posição de destaque na gestão da prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro. Bastidores dão conta que sua posição foi indicação de Fabiano que tem forte ligação e afinidade política com a prefeita.

Contudo, o contrato foi assinado na gestão de Fabiano do Vale, como demonstra a imagem a baixo;

Por tanto a dívida é, de fato, de sua gestão. Ainda assim, as contas do ex-presidente, segundo consta, foram aprovadas pela diretoria.

As contas da entidade já estão bloqueadas, funcionários e prestadores de serviço podem ter seus vencimentos atrasados.

O que diz a entidade

A reportagem procurou a assessoria da Acipa para comentar o caso, extraoficialmente recebeu a informação de que o assunto está sendo tratado internamente e que uma reunião com toda a diretoria está marcada para resolver de forma célere a situação.

O outro lado

Também procuramos por meio do Whatsapp, o ex-presidente Fabiano do Vale para comentar a matéria, informado que a pauta seria fechada até a meia noite desta quarta-feira, 06, o ex-presidente limitou-se a afirmar que [sic] “o melhor seria não publicar, mas se não tiver paciência”, e que [sic] “vamos responder amanhã , pq agirá anoite não deu ok?”

Fabiano do Vale foi ainda informado pela redação que assim que se manifestar esta pauta será atualizada com sua versão dos fatos.

VEJA AQUI A DECISÃO JUDICIAL

ATUALIZAÇÃO – 06/11/2019 – 10:58

A redação acaba de receber da assessoria de imprensa de Fabiano do Vale, nota oficial sobre os fatos mencionados na matéria. 

Confira a íntegra do comunicado:

Nota a imprensa

O ex-presidente da Associação Comercial e Industrial de Palmas (Acipa), Fabiano do Vale, informa que não deixou nenhuma dívida contratual com a Agência Public durante a gestão dele.

Outro processo com mesmo objeto foi extinto, segundo documento da própria Agência Public, pela quitação da dívida. Vale ressaltar que a prestação de contas de toda a gestão do empresário Fabiano do Vale (2011/2015 – 2018) foi aprovada pela diretoria atual da entidade (2019/2022).

Causa estranheza que o processo iniciado em agosto de 2016, com sentença em julho deste ano, venha à tona neste momento, após inclusive a Agência Public ter recebido o presidente atual da Acipa, Joseph Madeira e toda a diretoria, no evento Café Empresarial, no mês passado.