Foto: Miller Freitas/Assessoria Acipa
- Publicidade -

A ação que se tornou uma das grandes marcas do empresário Joseph Madeira como presidente da Associação Comercial e Industrial de Palmas (Acipa), o “Café com empresários” ganhou um destaque maior em todas as rodas de conversas sobre política na capital, o fato inédito na edição que aconteceu no primeiro dia útil de novembro foi a participação do vice-governador Wanderlei Barbosa que é um possível concorrente à prefeitura de Palmas no próximo ano.

Conversando com alguns experientes colegas que escrevem sobre os bastidores do universo complexo do jogo de xadrez político palmense, todos são quase unanimes ao conjecturar que a possível aproximação de Wanderlei e Joseph, pode ser um sinal de afunilamento de chapa, bem adiantado e costurado. Mas são só conjecturas.

O próprio Joseph Madeira disse que não seria candidato, mas, após o sucesso da Fenepalmas, realizado por sua gestão na Acipa, algo pode ter mudado, ou não.

Política é como nuvem

Redução e isenção de impostos foram tema do Café com Empresários desta sexta-feira, 1° de novembro, em Palmas. Foto: Miller Freitas/Assessoria Acipa/Divulgação

Mas esta é a leitura que não passou desapercebida no evento da última sexta-feira. Nos grupos de Whatsapp onde participam diversos articulistas que pautam as movimentações de 2020, o assunto ainda é levantado, embora, esta seja a primeira análise veiculada por um portal.

De acordo com a assessoria de imprensa do vice-governador, Wanderlei Barbosa ressaltou a relevância da ação Café com Empresários na aproximação entre empresariado e instituições. Disse que acredita que o governador Mauro Carlesse está sensível às causas da classe, uma vez que ele mesmo é empresário e, conforme exemplo de outros países, o desenvolvimento de uma nação está aliado a cargas tributárias justas. “Muito importante esse encontro para conhecermos a história dos empresários locais. Quanto aos impostos, o governo pode ajudar. Não faremos renúncias fiscais, mas podemos fazer adequações”, ponderou.

Oficialmente, esta é a mensagem levada pelo representante do governo do Estado aos empresários de Palmas.

Mas com diz o caricato Ciro Gomes: “Cada formiga sabe o pau que rói” e as entrelinhas de tudo o que acontece em um final de ano pré-eleitoral, pode dar luz ao que está sendo construído, ainda que no silêncio e sigilo dos bastidores.

Mas é apenas uma leitura, tudo pode acontecer, inclusive nada, é preciso ainda ter cuidado nestes tempos em que fatos ganham muitas narrativas.

Haja o que houver,

Stephson Kim – Editor