Foto: Divulgação
- Publicidade -

O partido Patriota (PATRI) a partir de agora passa ter comissão provisória em Dianópolis. Líderes se reuniram nesta quinta-feira 24 quando definiram a formação do grupo que se organiza para as eleições municipais de 2020.

As comissões provisórias são representações temporárias dos partidos, até que eventualmente haja a constituição regular de um diretório, mediante eleição interna no âmbito da agremiação. Cabe a elas, na ausência dos diretórios definitivos, promover as convenções para a escolha de candidatos. Entretanto, como usualmente ocorre em muitos municípios e até em estados, os diretórios permanentes não existem, razão pela qual as comissões provisórias acabam assumindo o papel de promover as convenções.

De acordo com resolução do TSE, as comissões provisórias devem ter vigência de até 180 dias, período no qual deve ser organizado convenção interna para eleição de diretório definitivo.

Confira a baixo a íntegra de nota encaminhada ao portal Tocantins Agora, pelo partido.

Ontem dia 24/10 realizou-se reunião para formação da comissão provisória do Partido Patriota em Dianópolis.

A reunião aconteceu na Tradicional Galinhada do Bento, com a participação do empresário e proprietário do estabelecimento Charles, onde o jovem advogado Emitério Neto, foi escolhido presidente municipal do Patriota, e o estudante Bruno Oliveira vice-presidente, também estavam presentes o vereador Guilherme Quidute, o fisioterapeuta André Cavalari, o biólogo Leonardo, o arquiteto Ruan Guimarães, o engenheiro agrônomo Carlos André, a corretora de imóveis e suplente de vereadora Karla Erica, o suplente de vereador Tião do Bela vista e Josimar liderança popular no setor Santa Luzia.

A conformação da comissão provisória demonstra o tipo de política que queremos para o município, uma política onde todos têm vez e voz, onde todos falam e são ouvidos, onde as decisões serão tomadas de forma democrática. Afastando assim a clássica imagem de partido político comandado por um velho cacique, que utiliza a máquina partidária para interesses próprios e pouco democráticos. 

A escolha da sigla partiu do princípio de liberdade que foi dado pela direção estadual do partido, a partir do aval do ex-deputado Stalin Bucar, presidente estadual do Patriota e do ex-deputado Sargento Aragão.  Com isso temos maior autonomia municipal para construirmos uma política agregadora, deixando de lado a polarização que se instalou na política brasileira e focando no que realmente importa para o cidadão, que são as necessidades do município, onde as pessoas vivem.

Assim podemos buscar um estado mais consciente de diálogo, colocando o propósito no centro das discussões, lidando bem com as nossas diferenças, para exercermos uma política muito mais potente e transformadora.

Somos pessoas comuns, buscando fazer uma política fora do comum!

FORMAÇÃO DA COMISSÃO PROVISÓRIA

Presidente: Emitério Neto

1° Vice-Presidente: Bruno Oliveira

2° Vice-Presidente: Charles da Galinhada

Secretário Geral: Ruan Guimarães

1° Secretário (Comunicação): André Cavalari

1° Tesoureiro: Sebastião ( Tião do Bela vista)

2° Tesoureiro: Jean Trindade

Vogal: Carlos André