- Publicidade -

O ex-governador de Minas Gerais, Eduardo Azeredo, também foi solto nesta sexta-feira (8) após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que colocou fim a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância nesta quinta (7), por 6 a 5.

Azeredo foi condenado em 2018 a 20 anos e um mês de prisão no esquema que ficou conhecido como mensalão mineiro. Ele iniciou o cumprimento da pena em 23 de maio de 2018 em um batalhão do Corpo de Bombeiros na zona sul de Belo Horizonte.